En Latam y el mundo hablan de Navent

Prensa

Mercado tem cenário estável em Curitiba

Portal Qual Imóvel, 03-2017 Brasil.

Imovelweb Index aponta bairros mais valorizados para venda, locação e de melhor rentabilidade.

A capital paranaense apresenta um cenário estável no mercado imobiliário local. A conclusão é de um levantamento inédito relizado pelo portal Imóveis Curitiba, um dos maiores na região e que faz parte do grupo Imovelweb, um dos maiores sites de anúncios de imóveis do país.

Na primeira edição do estudo Index Curitiba, foram analisadas nove regiões administrativas da cidade – Na primeira edição do estudo Index Curitiba, foram analisadas nove regiões administrativas da cidade. Foram analisados os bairros com as unidades mais valorizadas e mais em conta para venda e locação, além das áreas de melhor rentabilidade dos aluguéis para investidores.

“Curitiba é uma das principais cidades brasileiras e a terceira a contar com o Imovelweb Index, que já está consolidado em São Paulo e no Rio de Janeiro. Com a grande oferta de imóveis na capital paranaense e com a grande movimentação no mercado imobiliário, esperamos poder auxiliar consumidores e investidores”, diz Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

Locações

De acordo com o Imovelweb Index, no mês de janeiro, o valor médio dos aluguéis na capital paranaense registrou uma queda de 0,2% e recuo acumulado de 2,5% nos últimos 12 meses. O preço médio da locação na cidade, tendo como base um apartamento de 2 dormitórios com 65m2, ficou em R$ 941.

As regiões administrativas de Curitiba com os preços mais elevados para aluguel foram Matriz (R$ 1.125/), Cidade Industrial (R$ 1.079) e Santa Felicidade (R$ 1.067). Mesmo ocupando a segunda posição entre os aluguéis mais caros, a região de Cidade Industrial registrou uma queda de 2,1% em janeiro e acumulado de -8,5% nos últimos 12 meses.

“Ao longo de 2016 tivemos uma queda no valor dos aluguéis, que poderá ser positiva ainda nos primeiros meses deste ano para quem busca novas oportunidades de mudança. Tal cenário pode representar bom momento para quem procura um imóvel mais novo, maior ou próximo ao trabalho com preços acessíveis”, afirma o CEO.

Venda

Além disso, o Imovelweb Index também listou as regiões com maior e menor valor de imóveis para venda. Em janeiro, o valor médio na metrópole paranaense ficou em R$ 4.598/m², com valorização de 0,3% no período e 3,0% nos últimos 12 meses. O preço mais valorizado está na região da Matriz, com média de R$ 6.291/m², valor 36% superior à média da cidade.

Ainda de acordo com o levantamento, os bairros com maior valor para venda foram Barigui (R$ 7.352/m²), Centro Cívico (R$ 7.148/m²), Alto da Glória (R$ 6.866/m²), Alto da XV (R$ 6.866/m²) e Batel (R$ 6.754/m²).

Na outra ponta do ranking, os bairros com menor valor para venda foram Tatuquara (R$ 2.830/m²), Campo de Santana (R$ 2.907/m²), Umbará (R$ 3.172/m²) e Sitio Geraldo (R$ 3.280/m²).

Rentabilidade

Resultado da relação entre os preços médios de locação e de vendas de imóvel, a rentabilidade apresentou ao investidor e ao proprietário que opta por alugar seu imóvel um retorno médio de 4%. Os destaques ficam para os bairros de Capão da Imbuia (5,2%), Campina do Siqueira e Mossunguê (5,1%), Ecoville ($,9%) e Campo Comprido e Santa Quitéria (4,8%).

Segundo Cuadras, essas localidades em Curitiba também têm sido favorecidas pela grande quantidade de novos lançamentos imobiliários e de diferentes padrões, além da valorização do metro quadrado.

“Essas regiões contam com ótima infraestrutura, mobilidade e acessibilidade, boa rede de comércio e serviços, são próximas às escolas, hospitais e possuem várias opções de lazer”, finaliza o porta-voz.

Tags: ,

Contacto

NaventNaventNavent