Navent generates buzz in Latin America and throughout the world

Press

PREÇOS DOS APARTAMENTOS EM CURITIBA PERMANECEM ESTÁVEIS

O Morador, 01-2018 Brasil.

Aluguel sobe pelo nono mês consecutivo, segundo levantamento do Imovelweb

O Index Curitiba, levantamento mensal elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil, avaliou os preços para venda e locação, além da rentabilidade, de apartamentos usados, de 65m², dois dormitórios e uma vaga de garagem, localizados na capital paranaense.

O preço médio do metro quadrado para venda se manteve estável, em R$ 4.616,00. A região da Matriz foi a que registrou a maior variação anual (5,7%), com o metro quadrado estimado em R$ 6.586,00, enquanto Boa Vista, a maior desvalorização do ano (3,3%), com metro quadrado avaliado em R$ 4.041,00.

Ranking dos bairros mais caros e mais baratos para venda em Curitiba Mais caros (metro quadrado):

Alto da XV – R$ 8.439,00

Centro Cívico – R$ 7.398,00

Alto da Glória – R$ 7.121,00

Mais baratos (metro quadrado):

Santa Cândida – R$ 3.133,00

Tatuquara – R$ 2.895,00

Campo de Santana –

R$ 2.840,00

Para locação, o preço médio de um apartamento na cidade teve um avanço pelo nono mês consecutivo, chegando a R$ 976,00 ao mês. O aumento acumulado foi de 3,4%. Bairro Novo (10,5%) e Cajuru (8,1%) foram as regiões com os maiores índices de elevação no preço, enquanto Pinheirinho, registrou a maior queda (5,7%). O relatório do Imovelweb identificou que 65% dos bairros de Curitiba sinalizaram preços mais altos no último ano.

Ranking dos bairros mais caros e baratos para locação no período

Mais caros (preço mensal):

Prado Velho – R$ 2.060,00

Ecoville – R$ 1.613,00

Mossunguê – R$ 1.484,00

Mais baratos (preço mensal):

Santa Cândida – R$ 832,00

Sítio Cercado – R$ 814,00

Campo de Santana –

R$ 739,00

Já a rentabilidade na capital paranaense segue em recuperação e chegou ao patamar de 4,2% anual. A rentabilidade imobiliária total dos últimos doze meses foi de 5,6%, acompanhando a queda das taxas de juros e retorno da inflação.

Ranking dos bairros mais e menos atrativos para investir na região

Mais rentáveis:

Mossunguê – 6,2%

Uberaba – 5,2%

Atuba – 5,2%

Menos rentáveis:

Centro / Jardim das Américas – 3,6%

Seminário – 3,3%

São Lourenço – 2,5%

“O avanço dos preços de venda e locação em Curitiba sugere uma retomada do setor na região. Com um mercado mais aquecido, certamente, 2018 deve trazer boas oportunidades de negócios na região”, destaca Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

Tags:

Contacto

NaventNaventNavent