Navent generates buzz in Latin America and throughout the world

Press

Mais da metade de imóveis comerciais estão para alugar

Qual Imóvel, 09-2017 Brasil.

Regiões Centro, Centro-Sul e Oeste possuem 70% da oferta na capital paulista

O Imovelweb produziu um levantamento especial sobre a oferta de salas comerciais na cidade de São Paulo no ultimo mês de julho. A base dos dados analisados considerou os 100 mil anúncios disponíveis no portal, um dos maiores do setor imobiliário do país.

Segundo a pesquisa, 12% das ofertas comerciais disponíveis na plataforma estão localizadas na capital paulista. O Centro, Centro-Sul e Oeste são as regiões responsáveis por 70% das ofertas. E os bairros com maior volume de anúncios são: Itaim Bibi (15%), Pinheiros, (7%) e Jardim Paulista (5%), além de Santo Amaro e Moema, ambos com 4%.

O estudo também identificou que 65% do imóveis estão para alugar, enquanto que 35% são destinados para venda. Além disso, 66% dos imóveis comerciais anunciados possuem metragem inferior a 250m². Conforme os imóveis se distanciam da zona central, as metragens ganham maior proporção. Aricanduva (400m²), Cangaíba (370m²) e Vila Jacuí (360m²), bairros da zona leste da cidade, apresentam as maiores áreas médias. Já a Vila Andrade (100m²), zona sul, Barra Funda (120m²) e Vila Leopoldina (130m²), ambos na zona oeste, são os bairros que se destacam com as menores áreas.

Para venda, o preço médio dos imóveis com áreas inferiores a 100m² ficou em R$ 10 mil/ m². O relatório também identificou que os preços registraram, em termos reais (incluindo a inflação), uma queda de 6% em 2017. Para imóveis com metragem inferior a 100m², a zona oeste da cidade possui o valor mais caro, R$ 11,2 mil/ m², seguida pela Centro-Sul com R$ 11,1 mil/m², e Noroeste com R$ 11 mil/m², enquanto a região leste possui o menor, R$ 7,9 mil/m².

Já para locação, o preço médio dos imóveis comerciais com metragem inferior a 100m² ficou em R$ 3 mil por mês. Considerando a inflação, o valor teve uma queda 4,6% no último ano. Assim como para venda, as regiões Oeste e Centro-Sul também possuem os valores mais elevados da cidade. Itaim Bibi (R$ 71,2 mil), Vila Nova Conceição (R$ 65,9 mil) e Vila Olímpia (R$ 65,5 mil) estão no topo do ranking.

Com relação à rentabilidade, estes mesmos imóveis comerciais, apresentaram 5,4% ao ano e, conforme aumenta a metragem do imóvel, cresce também a valorização. Em imóveis com mais de 500m², por exemplo, foi registrada rentabilidade de 9,7%. Entre as regiões, a Sul mostrou a maior rentabilidade anual (6,1%), seguida pelo Centro (5,8%) e Centro-Sul (5,5%).

“Com a instabilidade política e econômica do país, percebemos que a oferta de imóveis comerciais para alugar cresceu em relação à venda. Em um cenário pouco promissor, os empreendedores acabam preferindo contratos de locação a investir dinheiro na aquisição de um imóvel, sem mesmo saber quanto tempo o novo negócio irá sobreviver no mercado. Entretanto, seguimos na expectativa de uma melhora do setor imobiliário, ainda nos próximos meses”, comenta Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

Tags:

Contacto

NaventNaventNavent