Navent generates buzz in Latin America and throughout the world

Press

‘Gangue do pneu’ tira o sono de moradores de Barão

Acidadeon, 08-2017 Brasil.

Polícia Civil diz que tenta identificar autores do crime por meio de digitais deixadas nos veículos

Uma gangue especializada em furtos de rodas de carros está tirando o sono de muitos moradores do distrito de Barão Geraldo, em Campinas. Os bandidos entram nas garagens das casas, em surdina durante a madrugada, e sem o morador perceber, furtam as quatro rodas de veículos. Ao sair deixam o carro elevado em uma espécie de cavalete de ferro montado especialmente para isso.

O crime é bastante ousado, segundo a Polícia Civil. Desde julho foram ao menos quatro casos registrados no 7º Distrito Policial. Foi ao menos um caso por semana. Apuração do A CidadeON Campinas são ao menos seis.

Como o crime é bastante silencioso, a polícia tenta por meio de identificação de digitais descobrir quem são os autores do crime.

O foco dos bandidos segundo a investigação são carros mais novos, e de bastante procura no mercado. “Tive casos com HB20, Corsa, Civic, entre outros. São carros que têm bastante circulação”, afirmou o delegado responsável pelo 7º Distrito Policial, em Barão Geraldo, Cássio Vitta Biazoli.

Ele afirmou que os bandidos cometem este tipo de crime porque tem quem compre as peças. “Uma quadrilha que cometia ações do tipo foi detida, mas há outros que cometem o mesmo crime”, disse. Ele lembrou que a modalidade criminosa migrou para Barão Geraldo, até então a ação dos criminosos estava concentrada na região do Taquaral e do Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.

No distrito o número de furtos de veículos aumentou este ano ante os dados do ano passado. Segundo registros da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), houve um aumento de 19% de crimes do tipo entre janeiro e junho. 84 no ano passado e 100 neste ano.

O delegado afirmou que tem uma equipe empenhada para investigar esses casos. “Estamos com uma investigação de furto em roubo em geral que busca identificar esses autores. Como é um crime silencioso, estamos apostando identificá-los por meio das digitais deixadas no local dos crimes”, explicou o delegado que fez a perícia em uma das casas atacadas.

O delegado explicou também que este tipo de crime é bem difícil do morador se defender. “Eles entram de madrugada quando o dono da casa está dormindo. São casas de qualquer tipo e sem cachorro. Ou seja, eles escolhem em qual local entrar”.

Um dos últimos casos aconteceu no dia 16 de agosto. O morador relatou que os bandidos estouraram a fechadura do portão eletrônico para entrar na casa.

Outros casos

Os furtos de veículos estacionados em ruas do distrito também chama a atenção e deixa os moradores em alerta. Semanalmente há relatos de pessoas que ao retornarem aos seus veículos os encontram com o vidro quebrado. Foram ao menos quatro casos nas últimas semanas.

Indignados com a ação de bandidos moradores da Rua. Jean Nassif Mokarzel fizeram várias folhetos e espalharam pela via alertando os motoristas a não parar na via após às 19h. No cartaz está escrito: Cuidado! Após as 19h vários carros são arrombados nesta rua.

Quem mora, teme

O distrito de Barão Geraldo é o bairro mais desejado para morar em Campinas. segundo o site Imovelweb, mas quem vive lá diz que o distrito não é esse local que as pessoas imaginam. “Vivo aqui há mais de 20 anos e hoje posso dizer que sinto muito medo. De bandido entrar em casa, de ser assaltada na saída do supermercado. Falta policiamento, falta segurança”, afirmou a dona de casa G.B.S., de 48 anos.

Já o professor J.R.G. disse que não tem mais sossego depois que o vizinho sofreu ataque da gangue do pneu. “A gente não tem sossego nem para dormir. Não adianta colocar muro alto, cerca elétrica. A bandidagem dá sempre um jeito de entrar”.

A Polícia Militar foi procurada pela reportagem para falar sobre o patrulhamento no distrito, mas até a publicação da matéria não havia respondido a solicitação.

Tags:

Contacto

NaventNaventNavent