Navent generates buzz in Latin America and throughout the world

Press

Conheça os 3 bairros mais valorizados para comprar e para alugar imóveis

Qua Imovel, 01-2018 Brasil.

Em novembro, preços médios para venda e para locação subiram em SP

Em novembro de 2017, o Index São Paulo, levantamento produzido pelo Imovelweb, um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil, analisou os preços do m2 para venda e locação, além da rentabilidade, de imóveis usados, de 65m², dois dormitórios e uma vaga de garagem localizados na capital paulista. O estudo aponta que o mercado de imóveis na cidade registrou avanço dos preços, tanto para venda quanto para locação.

Divulgado mensalmente, o estudo identificou que os valores para venda dos imóveis em São Paulo, por dois meses consecutivos, se mantêm em alta. O preço médio ficou em torno de R$ 6.036/m2, semelhante ao apurado no mesmo período do ano passado. Em termos reais, contemplando a inflação, a queda foi de 2,8% nos últimos doze meses. As regiões Centro (R$ 7.941/m2) e Centro-Sul (R$ 8.171/m2) apresentaram a maior variação anual, 2,8% e 0,9%, respectivamente.

Embora 50% dos bairros da cidade tenham apresentado preços estáveis, ou seja, sem alterações nos últimos 12 meses, Cerqueira César, Jardim América e Vila Mariana, puxaram a média dos preços para cima, com valorizações de 5%, 4% e 3%, respectivamente.

Confira agora o ranking dos três bairros mais caros e os três mais baratos para venda em São Paulo:

Mais caros (m2)

1) Ibirapuera R$ 19.806/m2

2) Vila Nova Conceição R$ 16.595/m2

3) Itaim Bibi R$ 12.919/m2

Mais baratos (m2)

1) Cidade Líder R$ 4.361/m2

2) Guaianases R$ 3.481/m2

3) Conjunto Residencial José Bonifácio R$ 3.252/m2

Com base nos anúncios disponíveis na plataforma, o levantamento mostrou também que, após três meses consecutivos de queda, houve um leve incremento nos preços para locação (0,2%). O valor mensal do aluguel está girando em torno de R$ 1.679. Nos últimos doze meses, o indicador teve um aumento de 1,8%, percentual abaixo da inflação medida no mesmo período (2,8%), mas acima do IGP-M. A região Sul se destacou como a mais valorizada da cidade neste quesito (5,6%), enquanto a Noroeste apresentou a menor valorização (3,2%).

Os bairros com o maior preço de aluguel estão localizados no centro-oeste-sul da cidade. Parque Continental, Vila Parque Jabaquara e Saúde, foram os mais valorizados no período, com aumento dos preços para locação valorizados em 10%, 9% e 8%, respectivamente.

Confira agora o ranking dos três bairros mais caros e os três baratos para locação em novembro de 2017:

Mais caros (preço mensal)

1) Itaim Bibi R$ 4.280/m2

2) Vila Nova Conceição R$ 4.276/m2

3) Vila Olímpia R$ 4.237/m2

Mais baratos (preço mensal)

1) Jardim Ester Yolanda R$ 1.310/m2

2) Piqueri R$ 1.076/m2

3) Cidade Líder R$ 1.022/m2

Para aqueles que desejam investir no mercado imobiliário da maior metrópole da América Latina, a operação de compra de um apartamento registrou um retorno bruto de 5,3% ao ano, em 5 meses consecutivos. Para recuperar o investimento de compra, hoje são necessários 18,8 anos de aluguel. A rentabilidade imobiliária dos últimos doze meses foi de 5,1%, com tendência de queda desde o início do ano. As regiões Sul (6,4%), Centro (5,6%) e Centro-Sul (5,5%) de São Paulo apresentaram as melhores rentabilidades anuais. Enquanto as regiões Noroeste (4,6%) e Nordeste (4,5%), as mais baixas da cidade.

Confira o ranking dos três bairros mais e os três menos atrativos para investir na capital:

Mais rentáveis %

1) Paraíso 7,7%

2) Jardim Parque Morumbi 7,0%

3) Bela Vista 6,8%

Menos rentáveis %

1) Freguesia do Ó 4,2%

2) Tucuruvi 4,1%

3) Cidade Líder 4,1%

“O aumento nos preços para venda e locação é o indício de uma retomada do mercado imobiliário na região. Para 2018, a nossa expectativa é que esse avanço continue, com boas oportunidades de investimento na cidade”, destaca Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

Tags:

Contacto

NaventNaventNavent